A importância da escolha correta de seu Kit Básico de Mergulho: Máscara, Nadadeira e Snorkel

Por Cristina Paredes

Quando resolvi fazer meu curso de mergulho, a escola onde me inscrevi, exigia a compra do kit básico para iniciar o treinamento: nadadeiras, máscara e snorkel. Naquela época, eu não tinha a menor noção sobre equipamentos de mergulho, nem se iria gostar e dar seguimento a esse hobby. Diante desse cenário, optei pela solução mais adequada e que a maioria esmagadora das pessoas costuma seguir: comprei o kit mais barato!!!

Como ele parecia atender minhas necessidades corretamente, uma vez certificada, eu continuei a utilizar esse kit por um período que hoje percebo, prejudicava meus mergulhos e poderia até ser o responsável por uma possível desmotivação na continuidade desse hobby que hoje, eu considero uma grande paixão. Deixe-me explicar melhor, para uma melhor compreensão da extensão do problema…

Minha máscara de mergulho não se fixava perfeitamente em meu rosto, e eu geralmente apertava em demasia as tiras, para evitar a entrada de água. O resultado é que após o mergulho, eu sempre ficava por horas apresentando a marca da máscara no rosto. Se isso não fosse o suficiente, a máscara pressionava muito meu osso nasal. Consequentemente, eu quase sempre terminava o mergulho com uma sensacional cefaléia. Mesmo assim, teimosamente confesso, eu ainda acreditava que a causa do meu desconforto era a pressão pelo mergulho em si – não acreditava que meu equipamento era o grande causador e raciocinava: “já tenho o básico, preciso comprar coisas que ainda não tenho”. Pelo menos algo de bom surgiu com esse raciocínio: comprei minha roupa de mergulho de 5mm.   

Um dia, passeando numa feira de mergulho em São Paulo, me vi diante de inúmeras e incríveis opções de equipamentos e assim, após paquerar e experimentar vários modelos para verificar qual melhor assentava em meu rosto, decidi por investir na aquisição de uma máscara de mergulho de melhor qualidade que, se não era a mais cara da feira, valia na época o equivalente a uns 3 kits básicos de mergulho. 

E lá fui eu, testar minha máscara de mergulho nova. Que sensacional foi aquele mergulho: consegui apreciar a vida marinha com nitidez, não precisei massacrar meu rosto e brigar com a constante entrada de água. E delícia das delícias: nunca mais senti aquela pressão terrível no ossinho. Jamais imaginei, que uma aparente e simples troca de máscara de mergulho, seria um investimento para meu conforto, segurança e prazer. Consegui com essa aquisição, simplesmente mudar completamente a concepção que eu tinha dos mergulhos. 

Agora, era hora das nadadeiras! Revivi mentalmente toda minha rotina, insistindo em manter minha simplória nadadeira fechada, remanescente do meu kit básico “baratex”. Tinha ainda um certo apego, afinal de contas, muito me ajudou a treinar a vestir equipamentos já na água: sempre que dava meu passo de gigante (técnica muito utilizada para entrar no mar, saindo de um barco), era 100% de garantia que no impacto da água, uma nadadeira se soltaria dos meus pés e voaria para longe. Enfim, era uma excelente oportunidade de testar a famosa camaradagem entre mergulhadores: “ei…ei…fulanooooo…. poderia por favor pegar a minha nadadeira que está atrás de você?”. Povo bacana esse do mergulho, sempre a traziam de volta. Foi quando eu resolvi comprar …tchan, tchan, tchan, tchan…: uma meia de neoprene! Alguém me garantiu que ela apertaria no meu pé e assim, a nadadeira não se soltaria mais. E não é que funcionou? Porém, “estranhamente”, comecei a ter cãibras nos pés. Será porque eles ficavam praticamente espremidos e imóveis, dentro da nadadeira fechada? Hummm….

Outro detalhe que ainda não comentei:  a minha nadadeira fechada era fabricada com um material bem rígido e pouco maleável, o que significa uma maior esforço para bater as pernas e sair do lugar.  

 

É… realmente já tinha passado da hora de ativar a tecla do desapego. Como já tinha observado muitos modelos de nadadeiras na mesma feira onde comprei a máscara, já sabia exatamente qual me agradava mais. Sendo assim, voltei daquele mergulho e já fiz a encomenda da eleita:  modelo aberto e claro, também encomendei um par de botas para acompanhar. 

Meu primeiro mergulho com elas, já modificou toda a configuração de meu mergulho: bastava bater suavemente os pés, para me locomover com rapidez e pouco esforço. Senti que vestia a Ferrari dos oceanos…ou talvez o Camaro dos oceanos, já que as nadadeiras eram amarelas. Eu era definitivamente outra mergulhadora! Feliz, feliz! 

Depois dessa experiência que relatei, hoje estou convencida que é um equívoco exigir a compra de imediato, de qualquer equipamento para um aluno. Sou daquelas que acredita que o ideal é deixar a pessoa se concentrar nas aulas, fazer seus primeiros mergulhos e aí, com mais segurança e conhecimento, escolher o equipamento que mais se adequa ao seu corpo, gosto e bolso!  É por isso que na Abud Dive, fornecemos todo o equipamento necessário para que nossos alunos façam seu curso com tranquilidade. Uma vez decididos no que desejam, temos diversas opções de equipamentos, tanto novos como semi-novos revisados e com garantia.   

E o que fiz com o meu kit básico, agora acompanhado por uma pouco usada meia de neoprene? Dei para umas meninas usarem em piscina: mergulho recreativo em mar, não era a praia deles, rs.  

7 comentários em “A importância da escolha correta de seu Kit Básico de Mergulho: máscara, nadadeira e snorkel

  1. Aw, this was a really nice post. Taking a few minutes and actual effort to produce a
    great article… but what can I say… I hesitate a whole lot and never manage to
    get nearly anything done.

    1. Hi Marina! I was very happy with your comment. To be honest, I need to stop and write more topics, but as you already know, it is not as easy as it looks like lol. Thanks for writing to me.

  2. Excellent blog here! Also your site loads up
    very fast! What web host are you using? Can I get your affiliate link to your host?
    I wish my web site loaded up as quickly as yours lol

    1. Hi! Thanks for the nice comments! We are hosted at WordPress – we are very glad with the quality and support they provide to us. And we are not paying the last level they have, so you can imagine!

  3. Excelente matéria! Agora que estou no processo do curso de mergulho e observo a equipe Abud Dive utilizando materiais de primeira linha, vejo o quanto fazem a diferença, seja aula de piscina ou no mar. Estão de parabéns!

    1. Mariane, te garanto que não queremos para nós, o que observamos de errado em outras operações. O seu comentário foi motivador, pois é de alguém que notou essa diferença. Muito obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe isso:

WhatsApp chat